Após a Primeira Abdução de Urandir Oliveira




Acabara de ocorrer a primeira abdução de Urandir, efetuada por seres extraterrestres, oriundos de outros planetas e/ ou dimensões. Eles integram as quarenta e nove raças que formam a Confederação Intergaláctica, com a qual o abduzido contata com muita frequência.
Diante deste acontecimento extraordinário, pergunta-mo-nos:
Como é que ele entrou no disco voador, se não saiu de seu quarto, após ter retornado da praça?
Urandir desapareceu do quarto, de corpo inteiro, voltando a ele de igual forma. Adentrou a nave e dela saiu, pelos fundos.
Cerca de quinze minutos depois de seu retorno, caiu em sono profundo.
No dia seguinte, lembrou-se dos mínimos detalhes de todo aquele episódio espetacular, na certeza de que não fora sonho. Ao relatá-lo, referiu que tudo foi muito gostoso.
Quando passou a mão na parte posterior do pescoço, constatou haver ali uma saliência. A mãe confirmou a presença de uma cicatriz por ocasião de o filho lhe relatar o estranho episódio. Não acreditando que o objeto teria sido implantado de forma misteriosa, submeteu-o ao seguinte interrogatório:
- Você não tinha ido para a praça brincar com os amiguinhos?
- Não! - sua pronta resposta monossilábica.
- Eu ouvi um barulho no seu quarto, procurei por você, mas você não estava. Pensei que tivesse saído - insistiu a mãe.

Raio x do Implante de Urandir
Marca na nuca após implante em Urandir

Uma radiografia levou a mãe a acreditar na veracidade do implante. Médicos confirmaram que se encontram treze objetos metálicos na parte posterior de seu pescoço. Quando eles quiseram extraí-los, veio a oposição veemente do implantado.
Decorrido algum tempo, as luzes lhe reapareceram na tonalidade de cores azul e dourado bem definidos. Essas luzes mantêm comunicação verbal ou telepática com Urandir. O fenómeno ocorre bissemanalmente, sempre em local e horário estabelecidos pelos seres-mestres, esteja ele só ou acompanhado. Trata-se de um pacto previamente estabelecido entre as duas partes, válido até o ano de 2014, quando finda a missão especial do discípulo.
Esses seres, libertados do tempo, são guardiães que observam e acompanham muito de perto seu discípulo, prepa-rando-o com todo esmero para ser missionário, com a meta prioritária da evolução da mente e da consciência da humanidade.
Compartilhar no Google Plus